vacina

Para entrar em determinados países ou mesmo viajar a algumas regiões do Brasil – principalmente Centro-Oeste e Norte – é necessário que você apresente atestado de que tomou determinadas vacinas. Essa medida, quase sempre, tem a ver com a sua própria proteção. Prevenir-se contra a febre amarela, por exemplo, é uma das vacinas exigidas. É gratuita e pode ser adquirida nos postos de saúde do seu Município ou Estado.

Se o passeio é dentro do território brasileiro, especialmente para a região amazônica, a partir do Mato Grosso, você deverá providenciar também a vacina contra a febre-amarela. Outras orientações são atualizar a vacinação antitetânica e fazer a vacinação contra a hepatite “B”. Todas são fáceis de serem obtidas e, se fazem parte do Calendário Nacional, estão disponíveis nos Postos de Saúde da cidade.

Para quem quer ir ao hemisfério norte, o Ministério da Saúde orienta para que tome vacina contra gripe nos períodos considerados mais frios do ano.

Para vários países, exige-se a vacina contra a febre amarela, também disponível nos Postos de Saúde. Por ser uma viagem internacional, de posse do comprovante de vacinação, você deverá comparecer a um Posto da ANVISA e retirar o Certificado Internacional de Vacinação (CIVP), o qual terá validade fora do território nacional.

Caso o passageiro não possa tomar determinada vacina e ainda assim, deseja ou precisa viajar, deve solicitar um laudo médico com os motivos pelos quais não pôde ser vacinado, para apresentar às autoridades responsáveis.

Para maiores informações, favor acessar:

http://portal.anvisa.gov.br/wps/content/Anvisa+Portal/Anvisa/Cidadao/Assunto+de+Interesse/Certificado+Internacional+de+Vacinacao